5 obras que mereciam ter ganho o Oscar ou mais destaque da premiação no passado

Compartilhar:

Existem filmes que mereciam o Oscar e outros mereciam mais destaque na premiação. Nessa matéria, você confere alguns

Autor Gabriel Barbosa
Gabriel Barbosa

24/04/2024, 07:00

Crepúsculo dos Deuses.Crepúsculo dos Deuses. Foto: Divulgação

O Oscar é o ápice da premiação cinematográfica, mas nem sempre os favoritos do público e da crítica são coroados com a cobiçada estatueta dourada.

Todos os anos o público se remexe ao perceber que ótimas produções não tiveram a atenção e o destaque que mereciam.

Aliás, o mesmo aconteceu até mesmo com obras que serviram como influência para futuras produções.

Posto isso, confira abaixo 5 filmes que apesar de serem aclamados positivamente, ficaram de fora do Oscar.

1. Cidade de Deus (2002)

Dirigido por Fernando Meirelles e Kátia Lund, “Cidade de Deus” é um retrato vívido e brutal da vida nas favelas do Rio de Janeiro. Com sua narrativa intensa e ótimas atuações , o filme conquistou o coração do público e da crítica, mas foi surpreendentemente negligenciado pelo Oscar. Sua ausência nas principais categorias é uma injustiça que ainda ecoa entre os amantes do cinema.

2. O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei (2003)

A trilogia épica de Peter Jackson baseada na obra de J.R.R. Tolkien conquistou legiões de fãs em todo o mundo, culminando em “O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei“. Este capítulo final não apenas encerrou a jornada de forma magistral, mas também estabeleceu novos padrões para o cinema de fantasia. Apesar de receber 11 estatuetas do Oscar, muitos argumentam que o reconhecimento principal demorou a chegar, deixando uma lacuna na história da premiação.

3. Pulp Fiction: Tempo de Violência (1994)

Quando Quentin Tarantino lançou “Pulp Fiction: Tempo de Violência”, ele reinventou o cinema contemporâneo com sua narrativa não linear, diálogos afiados e personagens memoráveis. Embora tenha sido indicado em várias categorias, incluindo Melhor Filme, o Oscar daquele ano preferiu reconhecer “Forrest Gump” como o grande vencedor. No entanto, muitos cinéfilos argumentam que “Pulp Fiction” merecia o prêmio máximo por sua ousadia e impacto duradouro.

4. Blade Runner 2049 (2017)

Dirigido por Denis Villeneuve, “Blade Runner 2049” é uma obra-prima visual que expande o universo do clássico cult de 1982. Com uma trama complexa e cinematografia deslumbrante, o filme recebeu elogios unânimes da crítica, mas foi subestimado pelo Oscar, especialmente na categoria de Melhor Direção de Arte e Efeitos Visuais. Sua contribuição para o cinema de ficção científica moderno é inegável e merecia um reconhecimento maior.

5. Crepúsculo dos Deuses (1950)

Este clássico do cinema noir dirigido por Billy Wilder é uma obra-prima do suspense e da crítica social. Com uma atuação magistral de Gloria Swanson como a decadente estrela de cinema Norma Desmond, “Crepúsculo dos Deuses” é um mergulho sombrio no lado obscuro de Hollywood. Embora tenha recebido várias indicações ao Oscar, incluindo Melhor Filme, muitos argumentam que sua importância histórica e influência duradoura mereciam uma premiação mais substancial.

Por fim, os filmes mencionados nesta lista são apenas alguns exemplos de obras-primas que foram injustamente ignoradas ou subestimadas pela premiação.

No entanto, o legado de cada uma delas perdura através do tempo, influenciando obras até os dias atuais.