15 casos reais que inspiraram episódios de American Horror Story

Compartilhar:

Sabia que alguns episódios e conceitos de American Horror Story são baseados na vida real? Conheça os casos

Autor Gabriel Barbosa
Gabriel Barbosa

24/03/2024, 10:00

O Massacre de Columbine em 1999 inspirou as ações do personagem Tate em AHSO Massacre de Columbine em 1999 inspirou as ações do personagem Tate em AHS. Foto: Divulgação

American Horror Story, conhecida por sua capacidade de entrelaçar eventos reais com narrativas de terror, mergulha em histórias sombrias que ecoam na história e na mente do público.

A série consegue costurar os eventos reais em seu enredo, fazendo com que a trama fique ainda mais macabra, desde eventos sobrenaturais e crimes reais, por exemplo.

Cada temporada se concentra e inspira em uma história específica, mas há algumas ressalvas quando elas se casam. No entanto, há forma como isso acontece é porque algum personagem de alguma temporada aparece em outra.

Mas é certo dizer que esse elemento da série, de misturar o real com o fictício, agrega com maestria os elementos da série, inclusive com o horror que a trama quer passar ao telespectador.

Esse tipo de autenticidade, faz com que AHS (American Horror Story) seja ainda mais sombrio, especialmente na vida dos americanos, pois retrata as história que ainda os assombra.

Todavia, agora que falei brevemente sobre a serie, vamos conhecer os fatos reais que inspiraram histórias da trama.

1) Os Assassinatos de Enfermeiras em 1966 – Casa do Assassinato

Acontecimentos da primeira temporada de American Horror Story foram inspirados nos eventos de 1966 em Chicago. Foto: Divulgação

A Murder House, da primeira temporada de American Horror Story ecoa essa tragédia, com flashbacks das enfermeiras sendo assombrados pelo assassino.

Sendo assim, a inspiração para esse caso aconteceu em 1966, em Chicago, que foi abalada pelo ataque brutal de Richard Speck a um dormitório de estudantes de enfermagem, resultando na morte de oito mulheres. Aliás, no caso real, ele ainda torturou as estudantes e foi condenado a prisão perpétua, um fator que não é mencionado na série.

Líderes de Culto Charles Manson e Jim Jones – Culto

Kai Anderson ( interpretado por Evan Petters) inspirou episódio e enredo em American Horror Story. Foto: Divulgação

Kai Anderson, líder de culto em “Culto”, reflete a manipulação e o caos perpetrados por figuras como Charles Manson e Jim Jones.

Posto isso, nessa temporada, a série mergulha nos horrores psicológicos de seguir líderes, com destaque para os métodos perturbadores que alguns cultos usam para controlar mentes vulneráveis, o que aconteceu na vida real.

Quanto ao caso, o líder convence os membros do culto a consumirem uma bebida parecida com Kool-Aid dosada com cianeto, que acarreta em um suicídio em massa.

O Tiroteio na Escola Columbine – Casa do Assassinato

Tate (Evan Petters) foi o responsável em replicar acontecimentos na escola de Columbine, que resultou na morte de 15 pessoas. Foto: Divulgação

Em um dos episódios mais sombrios da série, ‘Piggy Piggy’, American Horror Story aborda o tiroteio na escola Columbine, que ocorreu em 1999.

O personagem Tate Langdon inicia um massacre em sua escola, ecoando a tragédia real que chocou o mundo e que resultou na morte de 15 pessoas.

Apesar do personagem ser apresentado como uma pessoa de muito carisma, ao longo da trama, percebemos o quão antipático Tate na verdade é. Aliás, até mesmo a cena de diálogo entre as vítimas na série são inspirados na vida real.

O Machado de Nova Orleans – Coven

Axeman, assassino de Nova Orleans que atacou e matou mais de 12 pessoas, inspirou personagem em American Horror Story. Foto: Divulgação

O Axeman de Nova Orleans, um assassino em série que aterrorizou a cidade entre 1918 e 1919, é trazido à vida na temporada “Coven”.

Assim como acontece na série, na vida real Axeman enviava cartas aos jornais locais ameaçando matar aqueles que não tocassem jazz em determinadas noites.

AHS consegue retratar bem o horror que ele causou na vida das pessoas. Afinal, o personagem invadia as casas de suas vítimas e as desfigurava com o machado.

Ed Gein Inspira o Dr. Thredson – Asilo

Serial Killer Dr. Thredson foi inspirado em Ed Gein, Serial Killer que arrancava a pele de suas vítimas. Foto: Divulgação

O Dr. Thredson em “Asylum” revela sua verdadeira identidade como o serial killer Bloody Face, espelhando os crimes hediondos de Ed Gein.

A série mergulha nas profundezas da mente perturbada de Thredson, explorando os horrores do canibalismo e da necrofilia.

Assim como Tate, ele aparece sendo uma pessoa confiável – uma característica predominante de pessoas sádicas, serial killers e semelhantes.

O personagem foi fortemente inspirado no serial Killer Ed Gein, que assim como ele, usava pele das vítimas para fazer utensílios domésticos e roupas.

Casa de Tortura de Madame LaLaurie – Coven

Madame LaLaurie em American Horror Story que torturava e matava escravos, tanto na série quanto na vida real. Foto: Divulgação

A temporada “Coven” traz à vida os horrores da mansão de Madame LaLaurie, uma socialite que torturou e matou escravos em Nova Orleans no século XIX.

Essa, certamente se enquadra em uma das histórias mais doentes e sombrias, não só da série, mas da américa.

Assim como abordado na série, LaLaurie é uma rica proprietária de escravos que era bem vista na sociedade e organizava grandes festas. Mas, fora da sociedade ela torturava brutalmente seus escravos e muitas vezes os matava no sótão.

Na série, eles mostram algumas das atrocidades cometidas por ela, como banho de sangue, câmara de tortura e experimentação humana.

Nellie Bly Expondo o Asilo Feminino na Ilha Blackwell – Asilo

Sarah Paulson interpreta Lana Winters, personagem inspirada em Nellie Blye, repórter que fez uma série de reportagens sobre o verdadeiro Asilo de Mulheres na Ilha de Blackwell em 1887. Foto: Divulgação

Inspirada pela jornalista Nellie Bly, a temporada “Asylum” retrata as condições horríveis em um asilo feminino no final do século XIX.

Lana Winters (Sarah Paulson) é inspirada em Nellie Blye, que estabeleceu seu próprio internamento no Asilo de Mulheres na Ilha Blackwell em 1987, pois estava determinada a expor o asilo, devido a sua crueldade com mulheres.

Os Assassinatos do Galinheiro de Wineville – Hotel

Nessa temporada, a Srta. Evers, uma ex-empregada falecida, compartilha com John uma história angustiante sobre a perda de seu filho durante os terríveis assassinatos do galinheiro de Wineville.

Sendo assim, ela descreve como seu filho foi brutalmente sequestrado em uma noite de Halloween por um homem desconhecido, sendo levado para uma fazenda onde encontrou um destino horrível ao lado de muitas outras crianças inocentes.

Esses assassinatos do galinheiro de Wineville ecoam com precisão os relatos da Srta. Evers para John. As autoridades descobriram que Gordon Stewart Northcott era o responsável, sequestrando múltiplas crianças e deixando seus corpos mutilados em uma vala comum.

Papa Legba – Coven e Apocalipse

Papa Legba foi um personagem inspirado no Vodu Haitiano. Foto: Divulgação

O personagem de Papa Legba em “Coven” e “Apocalipse” atua como um intermediário entre os vivos e os mortos, inspirado no Loa do Vodu Haitiano.

Assim como é contado na série, ele coleta almas de alguns personagens, inclusive antagonistas, como a Madame Delphine LaLaurie, Fiona Goode e Michael Langdon, ajudando inadvertidamente os protagonistas.

Pogo, o Palhaço, de John Wayne Gacy – Show de Horrores

Twisty é inspirado no palhaço serial killer Pogo, da década de 70. Foto: Divulgação

Twisty the Clown, em “Show de Horrores”, reflete os horrores do serial killer John Wayne Gacy, conhecido como ‘Pogo, o Palhaço’.

Possivelmente, este é um dos personagens favoritos dos amantes de ASH, inclusive porque muitas pessoas tem medo de palhaços.

Na vida real, John Wayne Gacy foi um serial killer e estuprador que torturou e matou, possivelmente, 30 meninos jovens em Illinois na década de 70. Ele comparecia a festas infantis e ventos de caridade, vestido de palhaço, para atrair jovens e matá-los.

O Castelo do Assassinato de HH Holmes – Hotel

James March, personagem de AHS, inspirado no serial Killer HH Holmes. Foto: Divulgação

James March, proprietário do Hotel Cortez em “Hotel”, é inspirado no serial killer HH Holmes e seu Castelo do Assassinato da década de 1980.

Holmes (personagem da série), assim como March, usava seu negócio como uma forma de prender, assassinar e esconder os corpos das muitas mulheres que matava. Não há números oficias, mas estima-se que ele matou mais de 200 pessoas.

Foi o próprio assassino que confessou 27 assassinatos. Com isso, descobriu-se então que havia salas à prova de som, corredores labirínticos e passagens e salas escondidas, assim ele conseguia entrar nos quartos sem ser notado.

A Colônia Perdida de Roanoke – Roanoke

6ª temporada de American Horror Story, inspirada em ilha que desapareceu na vida real. Foto: Divulgação

A temporada “Roanoke” explora o mistério da colônia perdida de Roanoke, que desapareceu misteriosamente em 1500. Cientistas acreditam que doenças podem ter ocasionado isso ou que as pessoas da ilha saíram dela, fazendo com que aparente ser um desaparecimento.

Aliás, a série mergulha na lenda de “CROATOAN” gravada em uma árvore, explorando os horrores do desconhecido e os fantasmas que assombram a ilha.

Mas, além disso, essa temporada ainda mistura outras histórias de fantasmas diferentes, trazendo ainda elementos do terror moderno em seus episódios.

O Perseguidor Noturno de 1984 – Hotel, 1984

Zach Villa como Richard Ramirez, serial killer da vida real que cometeu crimes em 1984. Foto: Divulgação

Inspirado pelo serial killer Richard Ramirez, o Night Stalker em “1984” aterroriza a Califórnia com seus crimes brutais. Inclusive, esse foi o nome real do assassino e estuprador.

Ramirez ganhou esse nome justamente por conta da frequência com que ele perseguia suas vítimas durante seus crimes de 1984 e 1985.

Mas ao ser julgado, ele foi condenado por 13 acusações de homicídio, 5 acusações de tentativa de homicídio, 11 acusações de estupro e 14 acusações de roubo, recebendo 19 sentenças de prisão perpétua.

Além disso, ele foi suspeito de muitos outros crimes, mas não havia provas suficientes para condenar o rapaz.

O Rapto de Barney e Betty Hill – Asilo

Kit Walker e Alma que se inspiraram em Barney e Betty Hill. Foto: Divulgação

O caso de Barney e Betty Hill é explorada em Asylum, quando ele alega que Betty foi abduzida por alienígenas em 1961. Na vida real, resultou em temas usados na mídia sobre alienígenas e OVNIs.

Aliás, na série, Kit Walker e sua esposa Alma se inspiraram nessa história, inclusive por serem um casal inter-racial, diferente de agora, naquela época houve polêmica para Barney e fez o público acreditar que eles eram uma fonte menos confiável em relação às abduções alienígenas e o mesmo acontece na série.

A Noite do Diabo Apresenta Verdadeiros Assassinos – Hotel

Episódio que reune Serial Killers em AHS. Foto: Divulgação

O episódio “A Noite do Diabo” em “Hotel” reúne uma coleção sinistra de serial killers famosos, explorando os horrores da depravação humana.

Sendo assim, nessa cena, a série reúne Jeffrey Dahmer, John Wayne Gacy, Richard Ramirez, The Zodiac Killer, Aileen Wuornos e muito mais. De certa forma, é como se AHS reunisse uma equipe de vingadores, mas de vilões que cometeram horríveis e tenebrosos crimes.

Por fim, por ligar elementos que marcaram a história americana, a série se torna ainda mais pesada e única.


Mais sobre séries

Ver mais

X-Men mais Fracos de X-Men ’97

Apesar de serem os mais fracos, esses X-Men contribuem significativamente para a equipe

Continue lendo

Conheça a nova série da Netflix que é do mesmo universo de Sandman

Garotos Detetives Mortos é uma série derivada de Sandman e estreia no dia 25 de abril

Continue lendo

Não sabe o que assistir no final de semana? Aqui vão três séries para você maratonar enquanto come uma pipoca.

Provavelmente essas séries vão te manter grudado na tela por horas, e talvez você vai terminá-las em apenas um dia.

Continue lendo

Tudo que sabemos sobre a nova série do Demolidor

A série passou por uma reformulação total e agora parece ter encontrado o caminho certo, para a alegria dos fãs.

Continue lendo

Saiba detalhes da segunda temporada de Velma

Apesar das polêmicas envolvendo a série, ela foi renovada e estreará este mês na Max.

Continue lendo