“É parte do nosso trabalho” diz James Gunn sobre o cancelamento de ‘Lanternas Verdes’

Compartilhar:

Apesar de confirmar em 2022 que a série não seria cancelada, Gunn deu passos atrás e mudou de ideia

Autor Gabriel Barbosa
Gabriel Barbosa

23/04/2024, 22:04

Lanternas VerdesLanternas Verdes. Foto: Divulgação

O Universo DC passa por mudanças desde que James Gunn e Peter Safra assumiram a direção.

Aliás, uma dessas mudanças foi o cancelamento da série dos Lanternas Verdes, que já tinha parte do elenco definido.

A série havia sido anunciada como parte do Universo Estendido da DC, com produção pela HBO Max.

Sabe-se que a produção visava trazer Guy Gardner e Alan Scott, que foram atribuídos a Finn Wittrock e Jeremy Irvine, respectivamente.

Da esquerda para a direita, Finn Wittrock e Guy Gardner, Jeremy Irvine e Alan Scott. Foto: Divulgação

Em resposta a um fã no Threads do Instagram, James Gunn esclareceu que a série aparentemente não fazia parte do DCEU (Universo Estendido da DC). Mas independentemente disso, conheceu o talento de Finn Wittrock e disse:

“Eu não acho que era [ambientada] no DCEU, mas foi antes do meu tempo. Dito isso, acho que Finn é um cara muito talentoso e ele vai ficar bem. Roteiristas, diretores e atores veem seus projetos caindo todos os dias. Todos nós já vimos isso acontecendo várias vezes. Não é ‘fazer mal a alguém’, é parte do trabalho.”

É importante destacar que James Gunn já havia escalado Nathan Fillion para interpretar Guy Gardner em “Superman”.

Aliás, vale também lembrar que o projeto da série das Lanternas Verdes envolveu vários obstáculos em seu desenvolvimento. Um deles foi a saída do roteirista e showrunner Seth Grahame-Smith, que abandonou a produção em meio à fusão da Warner Bros.

Por fim, apesar do cancelamento, Gunn reforçou que não prejudicará nenhum profissional.