Megalópolis: Francis Ford Coppola detona grandes estúdios de Hollywood

Compartilhar:

Cineasta responsável por O Poderoso Chefão participou de coletiva de imprensa no Festival de Cannes deste ano

Autor Matheus Rocha
Matheus Rocha

19/05/2024, 09:00

Com prédios ao fundo, homem utiliza luneta com mulher ao seu lado.Foto: American Zoetrope/Mihai Malaimare/Reprodução Vanity Fair

Durante coletiva de imprensa no Festival de Cannes deste ano, o cineasta Francis Ford Coppola, aos 85 anos, criticou o sistema hollywoodiano dos grandes estúdios. Tudo isso porque seu novo filme, o aguardadíssimo Megalópolis, que já estreou no referido festival, passou por turbulências em sua produção, principalmente na captação financeira.

“Temo que a indústria cinematográfica tenha se tornado mais uma questão de pessoas sendo contratadas para cumprir suas obrigações de dívida porque os estúdios estão muito, muito endividados”, explicou Coppola.

“E o trabalho não é mais fazer bons filmes, mas sim garantir que eles paguem suas dívidas”, argumentou o cineasta. “Obviamente, novas empresas como Amazon, Apple e Microsoft têm muito dinheiro, então pode ser que os estúdios que conhecemos já há tanto tempo, alguns maravilhosos, não estejam mais aqui no futuro”, projetou ele.

Grupo de pessoas com roupas de gala em um tapete vermelho
Foto: Samir Hussein/Getty Images/Reprodução

Megalópolis: qual a história do filme?

Dirigido e escrito por Francis Ford Coppola, conhecido principalmente por O Poderoso Chefão e Apocalipse Now, o elenco de Megalópolis conta com as participações de Adam Driver, Zendaya, Aubrey Plaza, Nathalie Emmanuel, Laurence Fishburne e Giancarlo Esposito nos papéis principais.

Na distopia, Cesar Catilina (Driver) é um arquiteto que precisa trabalhar arduamente na reconstrução de uma metrópole em decadência. Contudo, em seu caminho, o personagem precisa enfrentar os planos de Franklyn Cicero (Esposito), o prefeito corrupto da cidade.

Megalópolis: questões polêmicas marcaram bastidores do longa-metragem

Envolto em muitas polêmicas em seu desenvolvimento, Megalópolis foi financiado diretamente pelo próprio Coppola. Segundo o cineasta, houve muita resistência dos principais estúdios de Hollywood com o alto orçamento solicitado.

Ao todo, estima-se que o investimento próprio do cineasta tenha sido de aproximadamente US$ 120 milhões. Sem uma distribuição segura por parte de nenhuma gigante do mercado, o filme chegou a Cannes cercado de expectativa

De acordo com Coppola, o projeto começou a ser desenhado ainda nos anos 1980. Inclusive, filmes como Drácula (1992), Jack (1996) e O Homem Que Fazia Chover (1997) só foram realizados por ele para que Megalópolis tivesse uma chance.

Foto: Scott A Garfitt/Invision/AP/Reprodução

Apesar disso, as filmagens só começaram em novembro de 2022, sendo concluídas apenas em março de 2023. No Festival de Cannes deste ano, Megalópolis foi recebido com críticas mistas.

Quando lançado na última quinta-feira (16), o público presente chegou a aplaudir a exibição por longos sete minutos. Há ainda quem diga que as cenas polêmicas envolvendo Adam Driver e Aubrey Plaza são chocantes. Dessa maneira, resta apenas aguardar mais informações sobre o lançamento comercial desse projeto que, desde já, parece ser ousado e muito ambicioso.

Gostou do conteúdo? Então continue acompanhando tudo o que apresentamos aqui no GeekShip!